terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A nossa viagem a Madrid (E sugestões do que ver e fazer em Madrid)

Muita gente me tem perguntado como foi Madrid, por isso decidi contar um pouco da nossa experiência e quem sabe, animar mais alguém a viajar. 

Como já aqui expliquei a escolha fez-se sobretudo pela proximidade, já que o nosso objectivo era fazer um voo pequeno. Em conversa com amigos eram inevitáveis as comparações com Barcelona, que já conhecíamos, e havia muita gente a dizer que Madrid não tem o mesmo encanto. Venho agora a discordar já que gostei bastante de Madrid e acho mesmo que têm encantos muito diferentes, nem mais, nem menos. 

Na primeira vez com o nosso filho numa capital Europeia, decidimos-nos pelo aluguer de um pequeno T0, em vez de um quarto de hotel, (que não se conhecendo, pode revelar-se uma verdadeira lotaria). Com mais espaço e acesso a cozinha, conseguimos respeitar os timmings dele, fazer algumas refeições em casa e poupar. 
O apartamento ficava numa zona central perto da estação de Atocha e rodeado de várias outras estações de Metro. No entanto acabámos por fazer a nossa visita quase toda a pé, a partir dali mesmo. 
Na esquina da rua havia uma pastelaria Portuguesa maravilhosa, com todas as especialidades de ambos os países, pãozinho quente e atendimento cinco estrelas em Português. 

Aliás comemos muito bem. Em casa (tínhamos vários super-mercados perto), com amigos (Obrigada António e Adele pela hospitalidade) e em restaurantes espalhados por todo o lado em Madrid. A escolha vai das mais simples tapas, passando pela cadeias de fast-food, até ao restaurante mais exclusivo. Para todas as carteiras e apetites. 

Salvo raras excepções e muito tempo livre, não somos grandes fãs de museus. Preferimos andar pelas ruas à descoberta, sentar nas esplanadas e observar. Foi isso mesmo que fizemos a maioria do tempo em Madrid. Andar, andar e andar. 
As ruas estavam enfeitadas para o Natal e mercadinhos apareciam a cada esquina. Adoro viajar no Natal porque as cidades parecem ainda mais vivas nesta altura. 

Foram só quatro dias e muito ficou por fazer, mas foram vividos ao máximo e uma excelente maneira de acabar o ano.


Ora então heis um pouco do que ver em Madrid:

1. Plaza Maior, uma praça central, rodeada de edifícios históricos por todos os lados, onde se encontram vários estabelecimentos comerciais mais tradicionais. Lá encontrámos nesta altura um  Mercadinho de Natal, carrossel e outras actividades Natalícias que fizeram a delicia do nosso filhote. Foi lá que comprou o famoso gorro "Rena Rudolfo". 

2. Puerta del Sol, outra das praças míticas de Madrid, o quilometro zero das estradas espanholas e onde encontramos o famoso símbolo da cidade (O Urso a colher frutos de uma árvore) e nesta altura do ano, a árvore de Natal gigante. Está rodeada de lojas e os animadores de rua aliciam a criançada para uma fotografia. 

3. Mercado de San Miguel, o grande inspirados dos novos mercados gourmet Lisboetas, neste mercado tradicional encontra-se mesmo o melhor da gastronomia Madrilena.

4. Gran Via, a rua que faz jus ao seu nome, é uma longa avenida, talvez a principal de Madrid, onde encontramos muito comercio, restaurantes e hotéis. Culmina na imponente Plaza de España.

5. Plaza de Cibeles, é conhecida pela sua fonte central "De Cibeles" e ladeada por edifícios emblemáticos, entre eles o Banco de Espanha ou a Câmara Municipal de Madrid

6. Palácio Real, é a residência oficial da Família Real Espanhola. Na primeira terça-feira do mês acontece o render da guarda e diariamente tem alas que são passivas de visitar. 

7. Jardim del Retiro, um gigante parque urbano que inicialmente seria de uso exclusivo da monarquia, mas que foi aberto ao público e serve agora para longos passeios de contemplação dos monumentos existentes no parque, passeios de barco no lago e apanhar sol no Verão.

8. Chueca, o famoso "bairro gay" de Madrid, é também um dos mais vanguardistas, encontrando-se nele o epicentro da moda independente, restaurantes e bares de design ou mais alternativos também se encontram aqui. 

9. Chocolateria San Gines, é o sitio para se comer Churros em Madrid, mas cuidado que as filas podem dissuadir. 

10. Parque Manzanares é o parque urbano ao correr do Rio Manzanares na zona sul da cidade e é ideal para a prática de desportos como bicicleta, corrida, patins etc. 


O que ficou por ver: 

1. A Terraza do Circulo de Bellas Artes, diz quem sabe que é a melhor vista de Madrid e um cocktail ao por do sol é um luxo que vale bem a pena ali. O que tivemos mais pena de não fazer. 

2. Museu Reina Sofia, de arte contemporânea e/ou Museu Del Prado, de arte nacional e antiga. 

3. Las Ventas, a famosa Praça de Touros Madrilena

4. Estádio Santiago Barnabéu, para os apaixonados da bola. 

5. El Rastro, a feira de velharias ao ar livre na Plaza de Cascorro. 




Sem comentários:

Enviar um comentário