terça-feira, 1 de novembro de 2016

Mas também brincámos ao Halloween!


A tradição não é nossa, assim como muitas outras não são. A do Pai Natal por exemplo, uma favorita cá de casa. A origem também não é americana como muitos apregoam. Tal como a do Pai Natal, eles só a popularizaram, tornando mundialmente conhecida. Acima de tudo, para nós, todas as desculpas são boas para brincar, nos divertirmos, estarmos com amigos e comer doces, hehe. E todas as novas tradições são bem-vindas. Aliás, o nosso filho, que sempre festejou, assim como sempre festejou o "Pão por Deus", não percebe que esta não é uma tradição nossa. Para ele, é.

Este ano fomos jantar com amigos e pedir doces a seguir. Mas como estivemos todo o dia em casa , fizemos decorações caseiras e colocamos no quarto do bichinho. Como não estaríamos em casa não colocámos a habitual abóbora na janela. O disfarce foi feito com o que havia de outros anos e um fato de treino preto com uma caveira. Uma máscara, uma capa e um tridente fizeram uma "morte" tão querida como assustadora. Ele não sabia bem do que estava mascarado porque eu não estou para grandes coisas no Halloween, mas estava muito feliz por estar "assustador".  

O nosso photobooth caseiro com aproveitamentos de outras festas, desenhos meus e recortes 
E eu que não me mascarei mas coloquei um acessório divertido para o passeio

Pedimos doces junto à casa dos nossos amigos, com uma grupeta muito animada, onde mesmo muita gente alinha na brincadeira. Uma senhora em particular fez-nos rir uma boa parte da noite com a sua reação: Depois de abrir e fechar várias vezes a porta, um misto de supresa, com receio, com graça, ainda nos diz algo como: "Eu estava a ver-vos na televisão, mas não esperava nada ver-vos aqui, nem estava a reconhecer". Nós ficámos sem perceber bem quem é que ela estava afinal a ver na TV, mas fez-nos ganhar a noite com a reação e o comentário inocente. 


Doce ou travessura? 

Para fechar em beleza, na última casa visitada, os proprietários deram-se ao trabalho de decorar toda a casa e fazer um percurso assustador ao melhor estilo "Casa Fantasma". Ouvíamos a história assustadora e podíamos percorrer a propriedade antes de receber os desejados doces. Muito bem feito e divertido. É esse o espírito! 

Sem dúvida, o melhor Halloween de sempre! 


A fantástica Casa do Halloween no já famoso número 594

Sem comentários:

Enviar um comentário