quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Passagem de Ano entre Indios e Cowboys


Já o disse este ano, Festas fora de casa é no Zmar. Porque é lá que nos sentimos em casa mesmo sem estar. Mas ainda mais descontraídos e despreocupados. É como visitar velhos amigos queridos que as crianças adoram e nós também. 


Depois, naquela tarde de Verão, vimos a noticia na televisão, do fogo que consumia a propriedade que já nos parecia um pouco nossa, e confesso que aquelas imagens me deixaram com uma lágrimita no canto do olho. E por momentos revi os momentos bons que já passámos no Zmar e temi que nunca mais viessem a repetir-se. 

Mas passado um tempo recebemos um e-mail a informar que o Zmar estava a trabalhar para se re-erguer e pronto para nos receber. Assim, quando se falou em passagem de ano fora o miúdo foi o primeiro a pedir "podemos ir para o Zmar?" E era de facto uma possibilidade a analisar. A noite prometia ser de arromba e o tema da festa "Indios e Cowboys" agradou a pequenos e graúdos, portanto estava escolhido. Mais uma vez a Festa fora de casa vai ser no Zmar.

Quando dizemos que vamos para o Zmar a pergunta recorrente é a mais obvia "mas isso não ardeu?" e é por isso que escrevo este post. Não é uma colaboração com o Zmar, não sou convidada e vou pagar a minha estadia. É apenas para que quem tem recordações como nós temos, saiba que ainda há Zmar e novas memórias bonitas daquele sitio podem ainda nascer. 

Agora, vamos à festa!! 












As fotos são de um fim-de-semana de Verão que passámos no Zmar (Sim, calma, não estou a torturar o miúdo com o frio).  Curiosamente o look não foge muito ao dress code para a festa de Reveillon. Curiosamente também, nunca cheguei a publicar as fotos desse fim-de-semana. 

Não sei se ainda haverá disponibilidade, mas não custa tentar. A quem interessar, podem consultar toda a informação sobre o Reveillon do Zmar AQUI


Sem comentários:

Enviar um comentário